2.3.09

Bolsa de Mãe


O que mãe carrega na bolsa daria, por si só, assunto para um blog. Tenho uma amiga que não sai de casa sem bandaid, termômetro e tylenol. Outra carrega sempre o cartão de uma psicóloga infantil para distribuir entre mães amigas e conhecidas. Tem mãe que não sai sem uma caixinha de giz de cera, outras, sem uma caixinha de anti-depressivo. Cada uma tem suas necessidades e manias.

Minha bolsa é do tipo bagunceira hardcore. Além de tudo o que precisa ser levado (e que vira e mexe eu esqueço), tem carrinhos e hominhos que um filho sempre me pede para guardar e que acabam ficando lá alguns meses, esquecidos. Tem também embalagens vazias, que eu carrego comigo sempre que não encontro a lixeira. Há papéis dos mais variados tipos e formatos. E agora, uma sacola fininha de algodão que mantenho na bolsa para evitar pegar sacolinhas plásticas quando vou às compras.

Foi por causa dela, a sacolinha de algodão, que paguei o mais recente mico. Fui ao mercadão fazer umas comprinhas com minha irmã. Na loja de queijos, enquanto escolhia a mercadoria, enfiei mecanicamente a mão na bolsa, tirei a sacolinha de pano e entreguei, sem olhar, para minha irmã.

Após alguns instantes, minha irmã pergunta: "Tá, pra que isso?"

Eu respondo, ainda de costas para ela: "Para colocar as compras, ué?! A gente não usa sacolinha plástica".

"Você quer que eu carregue as compras aqui?"

Achei melhor verificar e quase morri de vergonha ao vê-la segurando uma cueca.

O tato havia me enganado. Ao invés da sacolinha, eu tirei da bolsa a cueca de um dos meus meninos, que estava lá para uma eventual troca de roupa.

Definitivamente, não é fácil ser verde.

4 comentários:

Silvia disse...

Hahaha. Inda bem que não tem roupa íntima na minha bolsa. Quando tateio, é a sacolinha mesmo que eu acho.

O problema é que, com minhas sacolinhas (em geral carrego duas maiorzinhas e uma pequena), acabo é tendo dificuldade de encontrar o resto.

Vanessa disse...

kkkkkkkkkk, mas pense pelo lado bom, as mães são mais felizes. Ai, minha bolsa tb tem de tudo.

bjs

Andrea disse...

Tais

Até que por tudo que conhecemos de você, tirar só uma cueca é muito pouco. Depois quando eu digo que as pessoas desta casa fogem do padrão da normalidade, é o meu padrão que é diferente.
Dá para você imaginar quantas pessoas tiram uma cueca da bolsa ?? Tão NORMAL.... Beijos para todos os meus amores. Andrea

Vanessa disse...

Oi, tem um mimo pra vc no Fio hoje.

abraço