Postagens

Mostrando postagens de Abril, 2008

Virei Diva!!

Imagem
Recebi mais um selo supimpa e que me deixou "se achando".




A indicação veio da Carla, do blog "Vai, Carla, ser gauche na vida!". Muito fofa, muito querida e uma grande incentivadora.

E eu repasso para a Mãe Chata Mulher Doida, da Carolina Coelho. Carolina, não desista!

Carla, muito obrigada!

Amigos

Imagem
Este final de semana foi especial por vários motivos. Cada um deles com nome próprio. Fomos pra São Paulo e conseguimos rever alguns amigos e parentes muito queridos. Sabe aquele tipo de gente que você fica um tempo sem ver ou falar, mas quando encontra é como se fosse vizinho de porta? Rola um carinho e uma afinidade instantânea e o papo acontece sem esforço. Mas o que mais faz bem é que não é relação social. É carinho. Legítimo. Matéria prima da vida, muito rara, mas vital.

A todos vocês e aos outros, que estão firmes por aí, dedico este textinho que me veio por email, singelo e bonitinho, mas que traduz algo muito próximo do que sinto sobre amizade:

"Amigos"

"Quando você estiver triste...
Eu vou te ajudar a planejar uma vingança contra o filho da puta que te deixou assim.

Quando você me olhar com desespero...
Eu vou enfiar o dedo na sua goela e te fazer por pra fora o que estiver te engasgando.

Quando você sorrir...
Eu vou sa…

Eu me rendo - Danuza Leão

Imagem
Este texto da Danuza Leão eu li na Folha há alguns anos. Achei bárbaro. A Sílvia do Silkelita o encaminhou pra mim outro dia. Foi uma delícia relê-lo. Quis compartilhar com vocês.

Eu me rendo, por Danuza Leão.

Quantas mentiras nos contaram; foram tantas, que a gente bem cedo começa a acreditar e, ainda por cima, a se achar culpada por ser burra, incompetente e sem condições de fazer da vida uma sucessão de vitórias e felicidades.

Uma das mentiras:
É a que nós, mulheres, podemos conciliar perfeitamente as funções de mãe, esposa, companheira e amante, e ainda por cima ter uma carreira profissional brilhante.

É muito simples: não podemos.

Não podemos; quando você se dedica de corpo e alma a seu filho recém-nascido, que na hora certa de mamar dorme e que à noite, quando devia estar dormindo, chora com fome, não consegue estar bem sexy quando o marido chega, para cumprir um dos papéis considerados obrigatórios na trajetória de uma mulher moderna: a de amante.

Aliás, nem a de companheira; que…

Passinhos premiados

Imagem
Peço desculpas. Na última semana não consegui atualizar o Ombudsmãe. Filhotes doentes, semana de prova na Universidade, peguei um "freela" meio grande, blá, blá, blá. Alguma coisa precisava ser deixada de lado. Ficou o blog. Rolou também uma infopreguiça. Uma vontade de viver um pouco mais o lado offline da vida (cruzes, parece anúncio de desodorante).

Mas nem tudo foram pedrinhas no período. Coisas muito boas aconteceram. A mais legal foi que o meu sobrinho, Paulinho, que fez um transplante de medula óssea há alguns meses, deu seus primeiros passinhos! Uma alegria. Quem acompanhou no Blog do Paulão sabe o que esses passinhos significam. Uma vitória de Deus e dos bons espíritos que nunca nos abandonam; dos médicos guerreiros maravilhosos que cuidaram do caso; do SUS, que não tem avental de chumbo pro acompanhante no Raio X, mas bancou totalmente um tratamento caríssimo como o do meu sobrinho (esse é realmente o país dos contrastes); da supermamãe Drica, que largou tudo, vest…