4.4.09

Pro fim de semana nascer feliz.



Prometi publicar ontem o texto sobre cozinha e área de serviço verde. Mas mãe blogueira sofre intempérios. Meu mais velho ficou muito doente e passei o dia indo a médico, laboratório, fazendo raio x. No final do dia, cadê a energia pra escrever?

Mas reservei um episódio bem divertido para aliviar o final de semana. E como diz grande Scarlet O'hara: Amanhã, será um novo dia!

Lá vai:

Ontem a noite coloquei meu filho doente para dormir ao meu lado. Desse jeito poderia monitorar sua febre e respiração mais facilmente durante a noite. Na madrugada, coloco a mão na sua testa e está sem febre! E a respiração ótima! Aliviada, virei para o lado e dormi tranquila. Acordei mais algumas vezes e ele continuava sem febre e respirando bem.

Quase de manhã, acordo e levo um susto. O filho que estava dormindo ao meu lado, não era o doente! Hahahahah. Na madruga, o caçula se enfiou entre nós e foi a "febre" dele que passei a noite controlando!

Beijos e segunda-feira será um novo dia!

4 comentários:

Renata disse...

ahahahahaha...Essas histórias são ótimas...Coisas parecidas já aconteceram comigo...Também estou em um período de "monitoramento de febres" por aqui.Acho que é essa mudança de tempo...

Um abraço!

Renata

Silvia disse...

Bom, pelo menos você conseguiu dormir mais tranquila. Mas e a febre, melhorou mesmo?

Vanessa disse...

Este é um comentário convite para mais um evento sobre literatura em 18 de abril no Fio de Ariadne.
Visite o Fio amanhã, 08 de abril e, caso se identifique com a ideia, coloque seu nome na lista e concorra a um livro da Jorge Zahar Editor.

Abraço

Clarice disse...

Menina! Que danadinho. Parece coisa de filme. Mas agora o doente de verdade está bem?

Olha, essa foto tem tudo a ver comigo, sabia? Coisa muito forte. Pega fundo em minha vida. Um dia fiz como ela e jurei que nunca mais teria que escolher entre comprar comida pra mim ou para meu filho. Até aqui palavra cumprida.

Saúde para você e os filhotes.
Mãe tira energia sabe-se lá de onde,né?
Abraço.