2.9.09

Desmistificando o coador de pano.




Outro dia, num impulso, comprei um coador de pano. Este singelo objeto já foi tema de discussões aqui no Ombudsmãe, num texto sobre redução de lixo e consumo. (clique aqui para lê-lo)

Cheguei em casa, chamei a minha gerente para assuntos avançados de economia doméstica - a empregada - e perguntei se ela sabia como usar aquilo. Ela riu e disse que na casa dela só se coa cevada no coador de pano. (A bichinha é mórmon e desconhece os prazeres celestiais da cafeína.)

Como todo bom consultor, a primeira coisa que ela fez foi apontar um impedimento: "Cadê o suporte?"

"Que suporte?"

"O suporte de arame pro coador ficar pendurado enquanto o café coa e depois para secar."

Pensei no trampo que seria ir atrás do suporte e resolvi improvisar, como quase tudo que faço na vida. Fiz assim e foi fácil demais:

1) Lavei o coador com água somente.

2) Me lembrei que minha mãe fervia os coadores novos em água e pó de café para não dar gosto. Fiz o mesmo. Coloquei água e pó em uma caneca, mergulhei o coador lá e deixei ferver por alguns minutos. Saiu marronzinho. Enxaguei. (Atenção: esse procedimento só é necessário quando for inaugurar um novo coador.)

3) Peguei o suporte de filtro de papel e coloquei o coador de pano lá dentro. Coloquei o café dentro do coador, como faço com o filtro de papel. Joguei água fervente e tará: cafezinho delicioso, sem desperdício de papel nem de dinheiro.

4) Esvaziei o pó do coador virando-o do avesso. Enxaguei (não use sabão). E pus pra secar no escorredor de louça (a gerente pendura no varal).

É MUITO FÁCIL!!!! Não dá nenhum trabalho, portanto, não entendo porque a adesão ao coador de papel foi tão grande. Acho que é porque antigamente, as pessoas misturavam o pó de café na água, antes de coar. Daí tinham que lavar a caneca. Só pode ser isso. Mas pule esta parte e faça como se fosse o coador de papel, que vc não ficará insatisfeito.

Com esta pequena troca, olha quantos ganhos: redução do uso de papel, de tintas tóxicas para impressão das embalagens e das emissões de CO2 no transporte de toneladas de filtros de papel para as lojas. E ainda economiza uns trocos. Pouco, mas é economizando de troco em troco que se cozinha com azeite extra-virgem. Ou se adoça com demerara.

Bom cafezinho!

P.S: como já foi dito, outra opção é a cafeteira italiana, que é chique, bella! Mas, de vez em quando, fica sem a borracha de vedação e não há meios de encontrá-la).

Link: Clique para ler texto mais melhor que o meu sobre como coar com o coador de pano.

14 comentários:

Vanessa disse...

Taís, vc lê pensamentos? Passei uns dias na casa da sogra e lá só se usa coador de pano. O gosto é muito melhor. Fiquei pensando, será que dá pra voltar a trás. Outro dia numa loja de 1,99 quase comprei um.Vc acaba de me convencer. Eu uso um coador que se diz ecológico, ele é mais escuro mas o gosto do café não se compara ao feito no pano. e ainda se economiza, tá fechado. Beijo e saudades. O livro tá quase quase.

bjs

Paloma, a mãe disse...

Boa! Mas eu não vou usar. Eu não sou mórmon, mas também não tomo café. Aliás, ninguém em casa toma. Eu sou movida a chocolate, meu marido a mate e minha filha a luz, hehehe.

Kira! disse...

Aqui o pai toma cevada, e eu café.
Ele usa meu coador, eu o dele, uma loucura, dai fica tudo com aquele gosto horrivel de nada com nada! ¬¬


Beijos

Taís Vinha disse...

Vanessa, fiquei com vontade de tomar o cafezinho da sogra. Pergunte a ela se tem algum truque...

Paloma, dei risada. E pergunto: e as visitas, são movidas a quê? Birita?

Kira! Já fiz isso de misturar o coador da cevada com o café e fica uma caca! Invista em um coador só seu e o esconda junto com as meias. (Meus meninos amam cevada).

E licença que vou fazer um café. Bjs!

Andréa disse...

Taís,

Por culpa sua - rsrs - aqui em casa faz tempo que só uso coador reaproveitável. Mas comprei foi um de plástico, daqueles que tem formato de filtro de papel sabe? Não é tão ecologicamente correto como o de pano - porque é de plástico - mas pelo menos não gero lixo!!!

Quando eu tiver que trocar o meu, prometo comprar um de pano!!!

Beijão.

que serve no suporte pra

Cynthia Santos disse...

essa da cevada e do café foi o máximo...ehehehehehe

Lá em casa não tomamos café, eu porque não gosto, e o marido, porque eu não gosto...ahahahaha explico: independente da quantidade de café que ele toma, a noite se prolonga... o sono vai embora, e já me basta meu bebê pra me deixar acordada, né? Brincadeirinha, ele toma muito pouco, então pra evitar desperdício, nem compramos, ele bebe na rua mesmo... minha mãe é fã do coador de pano, mas ganhou uma cafeteira (das simples mesmo), e viciou...ehehehehe mas vou acabar encontrando alguém pra convencer a trocar o papel pelo pano...
beijos!

silkelita disse...

O "suporte" chama mariquinha... não é o máximo? Comprei o "kit" pra Lígia em Rio Preto. Vc quer uma?
bjs
VovóMadô

Taís Vinha disse...

Sil, mariquinha?! Que legal. Vou contar pra minha gerente. Eu vou procurar por aqui. Se não achar, te aviso. Escuta, que kit? Além do coador e da mariquinha tem mais alguma coisa? Socorro!

silkelita disse...

O bule de ágata!
bjs
VovóMadô

Paula Vinha disse...

Tais, esses dias descobri que algumas cafeterias, que vendem a cafeteira italiana, também vendem as peças para manutenção. Achei a borrachinha e o funil da cafeteira de 12 xicaras aqui no Café do Ponto (Novo Shopping) em Rib. Preto. E eles não cobraram um absurdo, não. Preço justo.
Bjs

camilinha disse...

Oi! Cheguei aqui pelo blog Nós Consuminos, da minha amiga Elisa.

Aqui em casa nós usamos um coador de pano que tem o formato do filtro de papel, então dá pra usar esses suportes avulsos pra papel, é muito bom, a gente já coa direto na garrafa térmica e vai pra mesa em seguida. É realmente bem melhor o café assim.

Mas nós usamos tb a Moka, a cafeteira italiana, e pra comprar peças de reposição vale a pena procurar na internet por "peças de reposição Bialetti", vc acaba achando alguma coisa até no Mercado Livre. Esse café pra mim é imbatível...
obs: A Bialetti é a melhor marca e a mais famosa, acredito que as peças dela sirvam em modelos de outras marcas tb...

hcfelipe disse...

Só acrescentando, o coador de pano tem uma durabilidade média de 1 mês, isso se for usado todo dia;
outra dica na conservação, deixa-lo em um recipiente com água filtrada dentro da geladeira, assim evita a proliferação de bactérias.

Anônimo disse...

Sempre faço em coador de pano pela textura do café e sabor. Vendo pelo lado saudável é só imaginar quanta água foi gasta para tornar o coador de papel branco e quanta química também afinal, papel ao natural nunca foi branco após sua fabricação e mais a produção de lixo e gasto com os industrializados.

Anônimo disse...

A adoção dos filtros de papel deve ser pela praticidade em só jogar fora, sem ter que lavar nada.

A defesa "ecológica" da coisa não pode ser dada como verdade óbvia: tem que levar em consideração também que a produção de coisas de papel na verdade não causa desmatamento mas aumenta a demanda por florestas plantadas, ou seja, pelo PLANTIO de novas árvores, e conseqüente captação de CO2 (como o uso de qualquer papel ou derivado de madeira, de origem em florestas plantadas). E também, tanto o pó de café quanto o papel, são biodegradáveis, diferente de alguns dos tecidos e outros materiais de coadores não-descartáveis (plástico, nylon).

A vantagem sem dúvida mesmo é a econômica.