11.5.09

Maridos e presentes.


O primeiro presente foi um desses aparelhos eletrônicos de última geração que fazem o maior sucesso entre os homens e as mulheres mal sabem qual botão que liga. Ela nem se lembra para que servia. Disfarçou o sorriso amarelo, disse que adorou e guardou no criado mudo. Dele.

Alguns dias depois resolveu conversar. Explicou que tinha gostado do presente, que achava até fofa a geringonça, mas aquele era, claramente, um presente mais para ele do que para ela. Pediu que no próximo presente, ele se esforçasse para comprar algo pensando nela e não nele. Não precisava ser caro, nem sofisticado, apenas que fosse especialmente escolhido para a mulher que ele ama.

O mimo veio depois que ele viajou a trabalho para a Europa. Dentro do embrulho havia uma camiseta do Hard Rock Cafe. Ficaram um mês sem conversar. E a faxineira adorou a lembrança.

Achou prudente mudar de tática. Uma semana antes do seu aniversário, disse ao marido o que queria ganhar: "um tênis tipo All Star, bem básico, para eu usar com jeans, ir ao supermercado, levar as crianças na escola...tamanho 36."

Ganhou um tênis básico - para fazer um trekking no Nepal. Era enorme, impermeável superacolchoado, com olho de gato e fibra de carbono. Tamanho 37.

Neste dia das mães, resolveu fazer diferente. Foi à loja e comprou exatamente o que queria. Mandou embrulhar para presente e pagou no crédito. Com o cartão dele. Quando as crianças lhe deram o pacote, exclamou surpresa: "Era o que eu queria! Como vocês adivinharam?" Eles olharam orgulhosos para o pai. Que se sentiu o máximo. E o casamento vai muito bem, obrigada.

7 comentários:

pimenta disse...

hahahaha,muito bom!
Me lembra a história aqui de casa, só que ele levou 5 anos até entender do que eu gosto, quando me trouxe um serrote de poda, e eu explodindo de alegria, disse:Obrigada! Foi o melhor presente que vc me deu!
Ele ficou estupefato, precisava ver a cara, e perguntou sobre tudo que tinha me dado(jóias ,roupas)
E eu tive que contar a verdade.
Desde então, nunca mais errou!
bjo

Taís Vinha disse...

Pimenta, que ótimo! Esses nossos maridos devem nos achar umas loucas! Teve um ano que pedi uma lixadeira. Tinha que ver a cara dele quando fiz o pedido. Vai entender a mulherada! hahahahahaha

Hegli disse...

Nossa, perfeito! Vou usar a dica pq meu marido trabalha tanto que na pressa sempre acaba dando a mesma coisa: flores! Não tenho mais onde colocar as pobrezinha, já tenho um orquidário considerável. Mas eu quero um perfuminho, uma roupa, ou um cartão bem escrito que seja, sem a pressa da ultima hora...
Meu filho seeeeempre fica com cara de zangado, porque fica me perguntado semanas antes o que eu quero ganhar e quando vê: FLORES (de novo?!).Pelo menos sei que quando ele crescer, ao menos já decorou o que eu quero e o que não quero ganhar, hahaha.

Anônimo disse...

Tais melhor que isso, só uma amiga minha que ganhou o mesmo brinco do marido no aniversário (que inclusive ela estava usando), disfarçou, foi ao banheiro, voltou e disse: olha ficou lindo! Com o outro no bolso dentro da caixinha para trocar na joalheria!) Nunca reclamo de ganhar jóias me disse!
Beijos, é melhor mesmo darmos manual, será que eles dão alguma dica para o dia dos pais?
Dri

Vanessa disse...

Já vi esse filme... :-P

Paula ZZT disse...

hahahaha, amei as histórias!! Amei a do brinco!! Bem, Tais, vc pediu lixeira e eu estou pedindo há um tempão uma daquelas pipoqueiras com a tampa que mexe o milho. De usar no fogão mesmo, nada dessas elétricas. Até agora nada, acho que ele não acredita que eu queria isso mesmo, hahahahaha

Bjoks
Paula

CCX disse...

Desde o primeiro dia das namorados juntos (e fazem 10 anos) eu vou na loja e escolho o presente.