14.11.08

Absorventes Conscientes


Sou um princípio de consumidora consciente. Cada vez que entro em blogs e comunidades sobre consumo sustentável vejo que ainda tenho muito o que mudar. E aprender. Principalmente, aprender.

Esse aprendizado pode se dar lentamente, como a noção da redução do lixo que produzimos em casa. Levei alguns anos para me dar conta que reciclar é ótimo, mas a quantidade de material que mandamos para reciclagem é absurda. Bom mesmo é produzir menos lixo. Hoje já vou ao supermercado pensando nisso e escolho muitos produtos por conta da embalagem.

Agora, tem outros aprendizados que nos pegam de surpresa. Confesso que nunca havia pensado numa opção para o absorvente descartável. Quando soube, através de um texto da Silvia Schiros que havia alternativa para eles, me senti tão amadora! Nunca tinha sequer questionado esse tipo de lixo! Me lembro que minha mãe, quando eu era pequena, usava toalhinhas. Mas era uma coisa tão pouco prática, que exigia uma técnica perdida no tempo, de cintas elásticas para prendê-las, lavadeiras de roupa e bacias quarando no sol.

Uma volta a este tempo é impensável. Simplesmente não dá. Mas a capacidade do ser humano em resolver problemas é inacreditável. Pois hoje, a mulher que quiser menstruar sem poluir tem opções muito práticas e confortáveis. Aliás, uma delas, dizem, mais confortável que qualquer absorvente. Compartilho com vocês o que descobri até o momento.

1. ABIOSORVENTE absorvente reutilizável. Bonitinhos, 100% algodão, fáceis de usar, ficam bem presos na calcinha. Aqui tem um link para o site da fabricante, onde se pode comprar online e conferir links sobre menstruação consciente e de fabricantes de absorventes reutilizáveis em outros países. Vale uma visita. O site se chama Coisas de Mulher

Coloco aqui mais um link para uma matéria muito interessante publicada pelo Planeta na Web, sobre a retomada de consciência sobre a menstruação. É interessante, faz um panorama da história da menstruação e de como o ciclo feminino acabou sendo desvalorizado ao longo da história. A matéria também explica bastante como funciona o absorvente reutilizável. Leia "Incomodada ficava a sua vó".

2. COLETORES MENSTRUAIS. Esses, para mim, foram a descoberta mais legal. Eles existem desde 1930, mas NUNCA, JAMAIS, ouvi falar. De repente, de novo a Silvia Schiros comenta inocentemente, vou pesquisar e descubro que o negócio está se expandindo muito, conquistando cada vez mais mulheres e todas, colocam comentários maravilhosos de como eles são práticos, fáceis de usar e muito mais confortáveis que os absorventes descartáveis ou os tampões.

Os coletores menstruais são copinhos, de borracha ou silicone que a mulher coloca dentro da vagina para coletar o sangue da menstruação. Depois de algumas horas, tira, joga o sangue fora, lava e coloca novamente. Simples assim. Não é nojento, pois como o sangue não tem contato com o oxigênio, ele não oxida (fica escuro e cheirando mal). Não deixa resíduo algum no planeta. Não vaza (o tamanho é suficiente para muitas horas de coleta). E para quem se acostuma (dizem que 1 ou 2 ciclos são o suficiente) é ultraconfortável. Tem gente que afirma que é como se não estivesse menstruada.

Confesso que fiquei mais tentada a comprar um coletor que o absorvente reutilizável. Pela praticidade e porque eu sempre detestei usar absorvente. Acho quente e trambolhento. Tampões eu não suporto nem quando vou à praia. Portanto, senti que o coletor caiu do céu para alguém com meu perfil.

Seguem links sobre a novidade. E dicas para comprá-los na rede.

1. Texto da Silvia Schiros no Faça a Sua Parte.

2. Matéria do Guia Vegano, com links sobre os vários fabricantes (todos gringos) de coletores menstruais.

3. Texto de uma mulher narrando sua experiência com o coletor menstrual, no site Veg Vida.

4. A história dos coletores menstruais, com fotos interessantes sobre o desenvolvimento do produto.

5. Comunidade no Orkut sobre os coletores menstruais.

Onde comprar seu coletor.

Por enquanto, os coletores são vendidos pela internet. Nos links dos fabricantes, você encontra várias lojas virtuais que entregam no Brasil. Vai depender da marca ou do modelo que você preferir.

Ontem a Thais Bara colocou um comentário no texto sobre desodorantes alternativos, informando de uma promoção do Divacup em um site americano. Confira aqui.

E na loja do Guia Vegano, você compra o coletor da marca Lunette, fabricado na Finlândia.

Se você souber de outras dicas, compartilhe conosco. Beijos.

22 comentários:

Silvia disse...

Taís, o texto ficou ótimo, vou pôr o link lá nos comentários do Faça.

Ana Cláudia Bessa disse...

Logo , logo, Taís, eu vou comprar um desses para mim!

Taís Vinha disse...

Oi Ana, comprei o meu na farmácia citada pela Thaís. 19 dólares mais 4,50 de frete. Já me mandaram email dizendo que o produto foi enviado. Qdo. chegar te conto. Bjs

Nadia Gal St disse...

INTERESSANTE ESTE COLETOR!!
bom,eu já estou me despedindo desta fase! mas os tampões são horríveis!! concordo com vc!! bjs

Anônimo disse...

Ola a todos !!!
Gostaria de dividir também minha experiência como usuária do copo menstrual. Soube de sua existência pela net. Minha primeira reação foi de certa repulsa e eu me espantei, porque na verdade o que estava em jogo era a minha idéia de associar a assepsia ao descartável, naturalmente, tudo o que é descartável é limpo e é bom. Falso. Não é. Então passei por uma segunda fase, a da curiosidade e também a do engajamento, pois acredito que posso produzir menos lixo com aquilo que consumo, e então decidi comprá-lo.
Foi minha primeira menstruação com ele e posso dizer que gostaria de tê-lo conhecido antes... Ainda não domino a técnica de colocar o copinho, cada vez tento de um jeito diferente, me dou melhor na hora de tirá-lo, mas é questão de prática. Além do mais, no fundo acho mais limpo, pois, coloco-o uma vez antes de sair de casa e tiro quando chego. No dia de maior fluxo tive que trocá-lo num banheiro público e não tive acidente nenhum. Uso um modelo feito em silicone. Não sai do lugar, tive um pequeno vazamento no dia de maior fluxo, da mesma forma como já tive quando usava absorvente interno. Recomendo a todas, bora usar o copinho!!!

Anônimo disse...

Ola a todos !!!
Gostaria de dividir também minha experiência como usuária do copo menstrual. Soube de sua existência pela net. Minha primeira reação foi de certa repulsa e eu me espantei, porque na verdade o que estava em jogo era a minha idéia de associar a assepsia ao descartável, naturalmente, tudo o que é descartável é limpo e é bom. Falso. Não é. Então passei por uma segunda fase, a da curiosidade e também a do engajamento, pois acredito que posso produzir menos lixo com aquilo que consumo, e então decidi comprá-lo.
Foi minha primeira menstruação com ele e posso dizer que gostaria de tê-lo conhecido antes... Ainda não domino a técnica de colocar o copinho, cada vez tento de um jeito diferente, me dou melhor na hora de tirá-lo, mas é questão de prática. Além do mais, no fundo acho mais limpo, pois, coloco-o uma vez antes de sair de casa e tiro quando chego. No dia de maior fluxo tive que trocá-lo num banheiro público e não tive acidente nenhum. Uso um modelo feito em silicone. Não sai do lugar, tive um pequeno vazamento no dia de maior fluxo, da mesma forma como já tive quando usava absorvente interno. Recomendo a todas, bora usar o copinho!!!

deia disse...

Ola a todos !!!
Gostaria de dividir também minha experiência como usuária do copo menstrual. Soube de sua existência pela net. Minha primeira reação foi de certa repulsa e eu me espantei, porque na verdade o que estava em jogo era a minha idéia de associar a assepsia ao descartável, naturalmente, tudo o que é descartável é limpo e é bom. Falso. Não é. Então passei por uma segunda fase, a da curiosidade e também a do engajamento, pois acredito que posso produzir menos lixo com aquilo que consumo, e então decidi comprá-lo.
Foi minha primeira menstruação com ele e posso dizer que gostaria de tê-lo conhecido antes... Ainda não domino a técnica de colocar o copinho, cada vez tento de um jeito diferente, me dou melhor na hora de tirá-lo, mas é questão de prática. Além do mais, no fundo acho mais limpo, pois, coloco-o uma vez antes de sair de casa e tiro quando chego. No dia de maior fluxo tive que trocá-lo num banheiro público e não tive acidente nenhum. Uso um modelo feito em silicone. Não sai do lugar, tive um pequeno vazamento no dia de maior fluxo, da mesma forma como já tive quando usava absorvente interno. Recomendo a todas, bora usar o copinho!!!

Taís Vinha disse...

Oi Deia,

Que legal trazer para a gente a sua experiência. Todas as usuárias que conheci, já são experts. Seu relato de novata é muito legal para sabermos que dá certo e que é tudo uma questão de prática e boa vontade. Eu ainda não usei o meu. Este mês inauguro. Depois te conto. Um beijão.

Taís Vinha disse...

Oi Deia,

Que legal trazer para a gente a sua experiência. Todas as usuárias que conheci, já são experts. Seu relato de novata é muito legal para sabermos que dá certo e que é tudo uma questão de prática e boa vontade. Eu ainda não usei o meu. Este mês inauguro. Depois te conto. Um beijão.

J disse...

Oi, achei seu blog no google quando procurava sites sobre coletores.

O coletor menstrual foi sem dúvida a melhor compra que fiz na vida. Você realmente nem lembra que está menstruada, é simples e prático (quando vc pega o jeito que realmente no segundo ciclo você já está craque) e passa rindo diante da parede de abssorventes dos supermercados.

Além de não sentir nada usando, sabe qual é a melhor parte? Se eu quiser sair com a chave e o cartão de crédito, eu posso. Não preciso mais carregar um trabolho comigo. Agora, o melhor de TUDO é que você fica cheirosinha o ciclo inteiro, pq com absorvente externo sempre fica a noia de estar cheirando a sangue ou não.

Recomendo DEMAIS!

Taís Vinha disse...

Oi J,

Eu usei o meu pela primeira vez no ciclo passado. Não foi tão fácil como eu esperava, mas fui pegando o jeito. Acho que, como vc disse, neste segundo ciclo eu ficarei craque. É muito boa esta troca de experiência entre a gente. Incentiva a mudanças que nunca achamos possíveis.

Um beijão!

Andréa disse...

Tais,

Adorei o coletor menstrual! Contei lá no meu blog:

http://www.zdezebra.caixadepandora.com.br/?p=206

Beijão.

Iara disse...

Gente! E eu me achando o máximo porque acabei de descobrir a centrífuga de secar salada! Hahahahaha! Fiquei tentada a experimentear o coletor. Fiquei pensando como a indústria e o comércio comercializam e divulgam o que for mais conveniente pra eles. O coletor existe desde 1930, mas só agora com essa onda de salvar o planeta é que ele aparece como uma opção interessante, mas ainda timidamente, já que nós brasilerias temos que importar um se quisermos ter essa opção. Vai ver que anos atrás tudo o que as pessoas queriam mesmo era o máximo de praticidade possível sem nenhum preocupação ambiental, e aí dá-lhe os descartáveis!

Anônimo disse...

Eu comprei o Green Donna pelo Guia Vegano, estou achando que foi a melhor compra que já fiz! Muito prático, é confortável (o contrário do que se imagina quando se olha para o coletor pela primeira vez) e o melhor, a sensação de não poluir e deixar de comprar produtos testados em animais também é incrível.

Quem tá em dúvida sobre comprar ou não, não sabe o que está perdendo!

Patricia disse...

Olá mulheres!
Preciso saber onde posso adquir um coletor, ja procurei no google e não encontrei nenhum lugar, podem me ajudar? Estou louca pra me livrar dos detestáveis e poluidores absorventes...

Bjos

Tais Vinha disse...

Oi Patrícia,

O texto cita alguns lugares. Dá uma lida no final. Bjs!

Gabriella Fiuza disse...

Olá a todos!
Fiquei sabendo hoje da existência dos coletores por uma amiga e estou absolutamente tentada a comprar um. Tenho severa alergia a todos os absorventes que já experimentei e o período menstrual é sempre um sofrimento. Tento passar o máximo de tempo possível com absorvente interno, que não me causa nenhuma reação, mas não é recomendado dormir com eles ou passar muitas horas. Daí surge a minha dúvida: há problema em dormir com o coletor? posso passar o dia todo com ele (lavando de vez em quando, claro)?
Estou muito ansiosa com a possibilidade de me livrar dos terríveis e, ainda por cima, poluentes absorventes

obrigada
beijos
Gabriella Fiuza

Clara Martins disse...

Descobri aqui no blog da Taís a existência dos coletores. Tenho o Diva Cup e amo! Nos dias de maior fluxo comigo vaza um pouquinho acho que por causa do resíduo que fica na parte de fora. Concordo que há de ter uma certa prática para a coisa funcionar perfeitamente - saber colocar e tirar, o acontece lá pelo segundo mês. Mas depois que pegamos o jeito funciona perfeitamente, indico para as minhas amigas, durmo com ele, enfim, super prático! Existe uma comunidade no Orkut bem completa com quase 1000 "membras". Vale a pena conferir. Bjs

Miss Cup disse...

Lançamos o único coletor menstrual brasileiro!
Uma solução prática, econômica, ecológica e higiênica que substitui os absorventes femininos.
Produzido 100% em silicone medicinal, adequa-se perfeitamente ao corpo.
Oferece até 12 horas de proteção e conforto
Saiba mais pelo site www.misscup.com.br ou direto na loja virtual loja.misscup.com.br .

Anônimo disse...

Achei muito intersssante essa idéia dos coletores, descobri por acaso agora na internet e estou pensando em utilizar o copinho, mas pensei em algo que me preocupa.

Como fica quando for preciso trocar em banheiros públicos? A gente sai com aquele copinho com sangue até a pia, na frente de todos, para lavar? Isso me parece um tanto incoveniente!

Anônimo disse...

Olá meninas, eu comprei um coletor fabricado aqui no Brasil, o misscup, é meu primeiro mês de uso. Tenho mioma, e minha menstruação é qse um aborto mensal...rs.Mas é sério mesmo. P acertar melhor o uso, fiz uns testes uns dias antes de menstruar, fervi por 5 minutos, deixei no ponto e coloquei e tirei várias vezes p ir acostumando p no dia não me sair tão mal. Foi bom o teste, no dia foi rapidinho a colocação. No primeiro dia tudo bem, funcionou q é uma beleza, fiz trocas a cada 4h. Na madrugada do segundo dia começaram os vazamentos, troquei a cada 3h, depois 2h e até tive umas trocas de 1:30h de uso. Mesmo c esse transtorno q é um problema q tenho, mesmo assim está sendo uma experiência mto boa, só de não precisar usar os absorventes internos q fazem tanto mal a saúde da mulher, já está valendo. Continuarei usando e recomendo, pois mesmo com meu quadro hemorrágico, aida assim vale a pena, no segundo e talvez no terceiro dia eu tenha q usar um absorvente externo p evitar acidentes, mas já há uma redução imprecionante no uso dos absorventes q eu usava. Por mês usava cerca de 3 pacotes do super de uso externo fora um pacote de 10 de uso interno. E pretendo comprar os reutilizáveis externos tb, p os dias de fluxo mais intenso. Fica aí minha experiência, se está sendo bom p uma pessoa q tem hemorragias mensais como eu imagina p uma mulher c fluxo normal? Vai ser o paraíso...rs. Beijinhos meninas, arrazem nos coletores menstruais

Anônimo disse...

Tenho um Misscup e adoro.
Não sei como vivi sem ele até hoje.
Vale cada centavo investido. Super recomendo. www.misscup.com.br
Bjs
Pri Magalhães