2.12.08

Se vira na pipoca


Combinar pipoca com cinema sempre foi um clássico. Mas, desde que os americanos nos ensinaram que o lucro das salas de exibição está na bomboniere e não na venda de ingressos, tem sido cada vez mais difícil fazer esta combinação. Afinal, quem tem dinheiro para pagar entre 6 e 15 reais por uma embalagem gigante de pipoca, toda lambuzada com manteiga falsa? Ou 5 reais num copo de Coca? Muita gente, se observarmos o número de pessoas que entram na sala com bandeja cheia.

Mas, se você, assim como eu se recusa a pagar tanto por pipoca, saiba que não estamos sozinhos.

Andei conversando com algumas mães, para saber suas posturas diante do abuso das bombonieres e fiquei surpresa com o que aprendi.

Lição nº 1: mãe dá nó em pingo d'água quando se trata de proporcionar algo a suas crias e ao mesmo tempo economizar uns cobrinhos.

Lição nº 2: as soluções para driblar a bomboniere vão desde as mais práticas às mais engraçadas. Confira.

A Mãe Pingo no i
Esta não compra na bomboniere e pronto. Ensina aos filhos que cinema é para ver o filme e que é melhor comerem uma banana em casa antes de sair, pois ficarão apenas 2 horas sem comer. Esta mãe lembra a todos de beber água e fazer xixi antes de entrar na sala.

Mãe piquenique

Passa antes no supermercado ou nas Lojas Americanas (que normalmente ficam no mesmo shopping que o cinema) e se abastece de porcarias. Balas, minhocas de gelatina, biscoitos, água e refris, comprados a preço normal. Enfia tudo na mochila e passa impávida pela catraca do cinema. Lá dentro distribui para a criançada.

Mãe economista de Harvard

Descobriu que no Cinemark tem uma pipoca vendida a 12 reais que dá direito a refil. É grande o suficiente para 3 crianças. Compra uma destas, sempre sem manteiga (porque engorda demais e o caçula vomita), dá para a garotada dividir e - agora vem o truque - quando o saco esvazia, ela o guarda na bolsa sem pedir o obesildo refil. Na próxima ida ao cinema, saca o saquinho vazio da bolsa, pede o refil e...tará!...tem pipoca para mais 3 crianças sem ter que pagar de novo. Fazendo as contas: cada pipoca acaba custando 6 reais e dá para 3 pessoas. Razoável.

Mãe subversiva

Estoura pipoca em casa. Na panela, que é para ficar barato mesmo. Embala em um ou mais sacos e enfia na mochila. Passa a catraca do cinema com ares de "pipoqueira vingadora da bomboniere abusiva". No escurinho da sala, abre vitoriosa a mochila e distribui os saquinhos para a garotada. Depois limpa os dedinhos melecados com guardanapos que ela surrupiou do McDonalds e guardou na bolsa.

10 comentários:

Clarice disse...

Taís, adorei as sugestões.:) Meu neném está com mais de 31 anos, mas é bom aproveitar para os netinhos (futuros).
Em casa tenho o "saudável" hábito de comer só pipoca de panela, que o de micro tem manteiga demais e aqueles radicais livres...ai! ai! os radicais!
Beijão.

thaluan disse...

uhAUHAHuAU comento pq ganho meu dia com um post desses e minha mãe é uma dessas. abs

Silvia disse...

Hahaha! Eu sou subversiva! Estouro pipoca na panela e levo junto. E reaproveito sacos de papel da padaria pra levar. Volta e meia, além da pipoca, rola um pão de queijo também.

Comprar nas Lojas Americanas também rola.

Cristiane A. Fetter disse...

Vai me dizer que brasileiro não é criativo.
Nós somos um povo abençoado, risos.
Beijocas

Luana disse...

adorei o post taís!
virei fã agora :-)
abçs,
luana

Alex Gonçalves disse...

:)

Ana Cláudia Bessa disse...

Em outros tempos eu me acharia avarenta, depois que fui mãe, descobri um monte de mulheres como eu...rs...

Devo concordar: absurdo!

Que mãe eu sou? A das lojas americanas...rs...
Tenho horror dessa pipoca, não só pelo preço...
E pipoca de mocroondas s[o entra em casa quando alguém de fora trás e não queremos fazer desfeita de não preparar...mas sempre dou uma enrolada báscia para ver se esquecem. Tenho uma panela ótima!
:0)

sara disse...

hauhauhau eu não sou mãe , tenho 20 anos e não penso em ser tão cedo , mas tenho o meu namorado que é meu bbzão , e uma pergunta : acho que ja fazem 2 meses que eu fui ao cinema e ainda tenho o saquinho , será que ainda é válido ???

Taís Vinha disse...

Superválido. Leva na cara dura e peça o refil. E continue usando camisinha. Bjs!

Marina disse...

HAHAHAHHA Hilário! minha mãe é uma mistura disso tudo hahah